• Acessibilidade:

Ano Cultural

Inaugurado em 2010, pelo acadêmico Ursulino Tavares Leão, o Ano Cultural é uma homenagem instituída pela Academia Goiana de Letras/AGL, destacado em seu Estatuto.

O acadêmico indicado pela Diretoria da Entidade dará nome ao Ano Cultural, oficializado na primeira Sessão Ordinária do ano, estatutariamente, a primeira quinta-feira de fevereiro. Vários eventos comporão as atividades culturais da AGL, todos focados na obra do homenageado, que será estudada, divulgada e discutida por literatos, ensaístas e professores, em mesas redondas, palestras etc. Essas sessões são abertas ao público.

Acadêmicos já contemplados com o Ano Cultural: além do acima mencionado, Ursulino Tavares Leão (2010), José Mendonça Teles (2011), Maria do Rosário Cassimiro (2012), Eliezer José Penna (2013), Moema de Castro e Silva Olival (2014), Ana Braga Gontijo (2015) e Waldomiro Bariani Ortencio (2016).

 

2018

2018 é o Ano Cultural Acadêmico Eurico Barbosa. Ocupante da Cadeira 13, patroneada por Joaquim Bonifácio Gomes de Siqueira, seu ingresso na AGL deu-se em 11 de março de 1961. Presidiu, por duas vezes, a AGL.

 

 

2017

2017 é o Ano Cultural Acadêmico Gilberto Mendonça Teles. Ocupante da Cadeira 11, patroneada por Rodolfo da Silva Marques, seu ingresso na AGL deu-se em 11 de março de 1961. É o decano da Academia, não por idade cronológica, e sim, acadêmica.