• Acessibilidade:

AMAR E MORRER

Publicado em 26 de novembro de 2018

O seu olhar me confunde
e infunde
em mim adverso desespero.
Eu espero
que esta agonia tenha fim
e assim
poder descansar em seu peito.

E no leito?
Ah! No leito
todo e inteiro me entregar
e amar!
Amar sem qualquer pudor,
viver de amor
e sem nada temer
amar e morrer!

por Antônio Caldas Pinheiro.

  • Compartilhe: