• Acessibilidade:

O FOGO DA VIDA

Publicado em 25 de janeiro de 2019

O amor é alegre e cantante

como os arcanjos celestes.

 

Todo meu corpo arde

em fogo branco

quando amo

e ascendo

ao céu do Ser

a seiva essencial.

 

Na voragem da volúpia

a serpente de fogo

ascende ao santuário

das sete igrejas sagradas.

 

Na vertigem me liberto

e fico alegre e em êxtase

na consciência suprema

de que tudo é divino,

tudo é maravilhoso

iluminado desde sempre

pela centelha

da Primeira Causa

de toda a Vida.

 

No instante luminoso

de alquimia interior

sinto que sou abençoado

e capaz de abençoar

eis que levo onde vá

um raminho lilás.

 

Enfim me transformei

numa chama humana

a arder na substância

de tudo divino.

A esperança é saber

que nunca fomos expulsos

da unidade com Deus.

 

por Brasigóis Felício.

  • Compartilhe: